Etnofoco confirma participa??o no M?s da Fotografia

07/05/2012 17:33

O ETNOFOCO coletivo de fotografia e antropologia, coordenado pelo fotógrafo Olivier Boels e pela antropóloga Lena Tosta, confirmou a participação no Mês da Fotografia 2012, a realizar-se em Agosto, nas unidades do SESC Ceilândia, Gama e 504 Sul.
 
Sadhus ascetas yogi yogis, Índia. Foto: Olivier Boels.
 
Olivier traz ao evento a exposição “Iogues Dissidentes” que estará aberta a visitação na Unidade do SESC Ceilândia, no período de 01 a 30 de Agosto, no horário de 9h às 18h.
 
A exposição apresenta ao público o mundo contemporâneo visto pelos olhos dos sadhus, ascetas hindus extremos, que vivem na Índia e Nepal. Detentores de uma das culturas vivas mais antigas do mundo, de estimados 5000 anos, os sadhus acreditam que vivemos a progressão exponencial dos ritmos cósmicos. Em uma análise surpreendentemente próxima àquelas dos cientistas sociais críticos, afirmam que a era atual é um período de crescente materialidade, sensorialidade e deslizamento dos sentidos.
 
A mostra também quer deixar um vislumbre sobre o lugar da visualidade na vida e no ensinamento dos sadhus. As “lentes tântricas” destes iogues veem o sagrado como acessível aos sentidos. Ele está aparente no mundo manifestado, em todas suas cores e formas, em especial no corpo empoderado do asceta virtuose. E também em sua fotografia. Isto porque a fotografia foi incorporada à tradição como uma tecnologia de darshan, empoderamento através da visão. Assim, imagens produzidas, editadas e distribuídas sob os auspícios de gurus, caso das imagens deste trabalho, além da voz da pesquisadora e do fotógrafo, carregam consigo uma narrativa de si dos ascetas, sua intencionalidade e, quem sabe, a eficácia de sua presença.
 
Quem quiser conhecer um pouco mais sobre o trabalho desenvolvido pela Etnofoco, pode participar da palestra “Imagens e Imaginários: a construção do olhar etnofotográfico”, no dia 16 de Agosto, às 20h no SESC Ceilândia.
Maharaj Amar Bharti mantém o braço levantado há 37 anos. Foto: Olivier Boels
 
Segundo Lena Tosta, o tema “Imagens e Imaginários” visa inspirar produtores de imagens, entre profissionais e amadores, a construir um olhar sensível a outros universos culturais e a atentar-se a visualidades não-hegemônicas. A apresentação será iniciada com a apreciação de “Cinzas Sagradas na Era de Kali”, um multimídia de 20 min., lançado no Musée du Quai Branly, em Paris, e atualmente em exibição no CCBB (RJ, SP e BSB). Resultado de dez anos de pesquisa, o trabalho traz uma leitura antropológica sobre aquela que é provavelmente a cultura viva mais antiga do mundo, a dos ascetas extremos da Índia, através da hibridização de linguagens, fotografia, texto (oral e escrito) e video.
 
A obra é iniciada com uma contextualização histórica e sociológica do ascetismo hindu, passa pela perspectiva deles sobre seu caminho na contemporaneidade e culmina em um mergulho na vida de um dos mais consagrados entre eles, o austero Maharaj Amar Bharti, que mantém o braço levantado há 37 anos.
 
Após a apresentação, Lena Tosta e Olivier Boels abrem o debate para troca de experiências sobre esta e outras produções etnofotográficas e sua divulgação em meios artísticos, jornalísticos e acadêmicos, além de abordar a produção de imagens com sujeitos humanos - em especial com grupos tidos como exóticos ou minoritários - entre questões antropológicas, éticas e estético-epistemológicas.
 
Olivier Boels e Lena Tosta durante visita aMaharaj Amar Bharti.
 
Serviço
Exposição fotográfica “Iogues Dissidentes”
Local: SESC Ceilândia
Visitação: 01 a 30 de Agosto, no horário de 9h às 18h.
 
Palestra “Imagens e Imaginários: a construção do olhar etnofotográfico”
Local: SESC Ceilândia
Data: 16/08/2012
Horário: 20h
 
Informações: (61) 3963-5119 / 8228-8023 - Carol Peres
 

Compartilhas Noticia

Tags

Comentários

Comentários

Escrever Comentário

75849

Subscribe to see what we're thinking

Subscribe to get access to premium content or contact us if you have any questions.

Subscribe Now