Boris Kossoy: O Mestre.

06/06/2011 19:36

Conhecido como o primeiro grande historiador da fotografia no Brasil, Boris Kossoy revela neste livro seu lado de fotógrafo-autor. Boris Kossoy: fotógrafo traz um panorama de sua produção fotográfica entre 1955 e 2008, com apresentação de Jorge Coli e um texto de balanço do próprio autor, acompanhado ainda de duas entrevistas e uma cronologia ilustrada.

O tema da ruptura da fronteira entre realidade e ficção atravessa o caleidoscópio de imagens de Kossoy. Em Viagem pelo Fantástico, de 1971, com prefácio de Pietro Maria Bardi, o fotógrafo já mostrava o fascínio por deslocamentos de sentido em suas composições surrealistas com manequins e personagens fictícios em cenários urbanos. Ao longo do tempo, no entanto, sua lente descobre o fantástico em cenas corriqueiras de grandes cidades, no interior de residências, e em paisagens, fazendo dele elemento constitutivo de sua obra. A busca do estranhamento em relação à realidade liga-se, finalmente, a sua atividade como historiador da fotografia.

1.  Avenida São João – São Paulo, 1955. (Boris Kossoy)
2.  A agonia do Sr. Frank (da série Viagem pelo Fantástico) – Mirante da Serra, Itapecerica da Serra, SP, 1973. (Boris Kossoy)
3.  A clínica (da série Viagem pelo Fantástico) – São Paulo, 1973. (Boris Kossoy)
4.  O Maestro (da série Viagem pelo Fantástico) – Caieiras, SP, 1970. (Boris Kossoy)
5.  Portrait do senhor Américo (da série Viagem pelo Fantástico) – Mirante da Serra, SP, 1973. (Boris Kossoy)
6.  Surpresa na estrada (da série Viagem pelo Fantástico) – Periferia de São Paulo, 1970. (Boris Kossoy)
7.  Viaduto (da série Viagem pelo Fantástico) – São Paulo, 1970. (Boris Kossoy)
8.  Sem título (da série Cenas de New York I) – Nova York, 1971. (Boris Kossoy)

 

Compartilhas Noticia

Tags

Comentários

Comentários

Escrever Comentário

75305

Subscribe to see what we're thinking

Subscribe to get access to premium content or contact us if you have any questions.

Subscribe Now