CRÔNICAS DA RESISTÊNCIA 2016 - LANÇAMENTO/DEBATE NA UnB - 26.08, 18h, IPOL

23/08/2016 12:10

Como entender e se posicionar sobre o golpe ?

Um grande debate na UnB entre autores, professores e representantes de movimentos estudantis e sociais marcará o lançamento do livro ' Crônicas da Resistência 2016 - Narrativas de uma democracia ameacada '. Participarão do debate autores Fernando Horta (historiador), Letícia Sallorenzo (jornalista) e Victor Sales Gorman (integrante 8do Centro Acadêmico de Serviço Social da UnB). A mediação caberá ao professor e cientista político Luis Felipe Miguel, coordenador do Grupo de Pesquisa Democracia e Desigualdades (Demode), do Instituto de Ciências Políticas da UnB. 

O livro - com prefácio do Prêmio Nobel da Paz 1980 Pérez Esquivel - é uma coletânea de crônicas contra a ruptura institucional representada pela deposição da presidenta Dilma Rousseff. A obra reúne reflexões de 83 intelectuais, jornalistas, historiadores, artistas, escritores e profissionais de várias áreas - brasileiros de todos os cantos do país e de alguns cantos do exterior. A contracapa é assinada pelo teólogo e escritor Leonardo Boff.(Simone Salles).

...............................................................................................................................................................................................

Mais um autor de ' CRÔNICAS DA RESISTÊNCIA ', TT CATALÃO, confirmou presença no LANÇAMENTO - DEBATE do livro na próxima sexta-feira, na UnB (26.08, 18h, auditório do IPOL.

' qual inseticida
anula golpista? '
(TT CATALÃO)

,

 

 

TEMOS QUE DESLEGITIMAR, TODOS OS DIAS, O GOVERNO TEMER

Por Luis Felipe Miguel- cientista político ( * ). Será o mediador do lançamento-debate do livro ' Crônicas da Resistência ', 26.08, 18h, auditório do Ipol - UnB.

' Embora a gente use essa metáfora com frequência, a disputa política não é um jogo. No final do mês, a presidente Dilma Rousseff será "julgada" pelo Senado. A não ser que esperemos por um milagre, tipo o súbito surgimento de decência e vergonha na cara em um terço dos senadores, o resultado será a consumação do golpe.
Isso não significa que a partida acabou e agora só nos resta reclamar que os juízes eram ladrões. Temos que continuar deslegitimando todos os dias o governo Temer. Temos que continuar combatendo suas políticas de retrocesso social, sabendo que elas partem de um governo que não foi autorizado pelo povo para estar ali. Temos que buscar forças para afirmar nossa defesa da democracia nas ruas, com greves, com ocupações, com desobediência civil, com o que for necessário.
Não vai ser um Senado sem autoridade moral que vai calar o nosso "Fora, Temer". '

( * ) Professor da UnB e coordenador do Grupo de Pesquisa Democracia e Desigualdades - Demode.

 

Compartilhas Noticia

Tags

Comentários

Comentários

Escrever Comentário

44644

Subscribe to see what we're thinking

Subscribe to get access to premium content or contact us if you have any questions.

Subscribe Now