O Prazer Infinito da Poesia" pela Poetiza Shana Horta.Foto:Max.

17/08/2013 19:11

 "O que é a carne? O que é esse Isso Que recobre o osso Este novelo liso e convulso ...Esta desordem de prazer e atrito Este caos de dor dobre o pastoso. A carne. Não sei este Isso." Hilda Hilst.

 

Nem...

 

Nem viu o céu

Nem sentiu o calor do sol

Nem se lambuzou de beijos

 

Nem percebeu a lua

Nem brilhou com as estrelas

Nem penetrou de desejo

 

Nem escutou Kings Of Covenience

Nem recitou-se de poesia

Nem rendeu seu coração ao amor

 

Iluminadas letras

 
A madrugada gelada já virou companheira em noites de solidão. É necessário estar só para os pensamentos trazerem de volta os meus sentimentos que suas palavras dessa vez assombraram. Nenhum coração precisa saber - ouvir - enxergar desejos podres e frios da carne. Tudo agora é frágil, pode quebrar.
Daqui da varanda olho para o céu e vejo as estrelas, que iluminadas de letras, brilham o meu amor por ti.

 

 

 

 

Adormecida

 
Nenhum sonho 

pode escurecer 

pela 

noite

escura 

de qualquer pesadelo,

pois as estrelas 

e a lua do céu

podem

iluminar

brilhar 

o sossego 

do repouso 

de toda

mente 

doente 
dormente.
Mapa Astral
 
Talvez esse caminho esteja escrito em algum pedaço da lua. 
Rastejando feito um escorpião, que lambuza tudo em silêncio com o seu veneno. Pequena e frágil em seu signo vão se mostrando em adjetivos para toda a vida. Perigoso ou mortal, nada disso mais importa, os sentidos são seus riscos. Se tudo isso me faz chorar, me faz sofrer?! O que importa é que em todo mapa tem o caminho do tesouro.
E assim vamos aprendendo a viver a vida, sem esperar muito das pessoas.I.
 
Com o telefone ainda nas mãos, Mina tem seus sentidos engessados por mensagens de um coração doente. O corpo trêmulo e abstinente a carne vencida adormece em belos palácios de ilusões. No escuro só se vê a lua, que de tanto sorrir as estrelas, já não é mais tão bela.
A redenção só pode estar na pureza da alma, que se encontra em um livro. Será que o amor vem de letras ou de palavras? O amor é uma coisa pra ser sentida, vivida e até mesmo perdida pelo seu tempo. 
Amanheceu no abajur do quarto, e a melancolia pode até ninar seus sonhos mais distantes de si. Boca, saliva e língua a bebem geladas, feito tubos de vento. Pode-se dizer que é o fim, mas isso é uma menina que só se alimenta da fruta amor.
 

Compartilhas Noticia

Tags

Comentários

Comentários

Escrever Comentário

82458

Subscribe to see what we're thinking

Subscribe to get access to premium content or contact us if you have any questions.

Subscribe Now