Iniciativa privada poderá gerir Parque de Exposições Agropecuárias Granja do Torto.Foto: Mary Leal/Agência Brasília

Concessionário deve investir R$ 71 milhões em até dois anos e meio em melhorias nas instalações do espaço. Rollemberg assinou o edital de licitação nesta quinta-feira (23)

23/02/2017 13:03

 GUILHERME PERA, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

O governo de Brasília lançou o edital do Parque de Exposições Agropecuárias Granja do Torto a empresários interessados em administrar o espaço. A previsão é que a abertura dos envelopes com as propostas ocorra em 6 de abril deste ano. O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, assinou o edital de licitação em solenidade nesta quinta-feira (23), no Palácio do Buriti. O documento será publicado no Diário Oficial do Distrito Federal.

Governador Rollemberg lancou o edital de licitação do Parque de Exposições Agropecuárias Granja do Torto nesta quinta-feira (23), no Palácio do Buriti.
Governador Rollemberg lancou o edital de licitação do Parque de Exposições Agropecuárias Granja do Torto nesta quinta-feira (23), no Palácio do Buriti. Foto: Mary Leal/Agência Brasília

A ideia é firmar parceria com a iniciativa privada por 30 anos, prorrogáveis por mais 30. O concessionário deverá investir R$ 71 milhões em até dois anos e meio em melhorias nas instalações do parque para tornar o uso do espaço mais eficiente.

Rollemberg destacou a magnitude do empreendimento. “O edital vem para revitalizar o Parque de Exposições Agropecuárias Granja do Torto e reúne vocações da nossa cidade, como a de ser um grande centro de eventos científicos, rurais e pecuários”, disse.

A proposta é ter atividades diárias, receber grandes eventos e ser um ponto de lazer para a comunidade

Caberá ao parceiro privado reformar equipamentos, mantê-los e potencializar a cultura agropecuária. A proposta é ter atividades diárias, receber grandes eventos e ser um ponto de lazer para a comunidade. O governo prevê a instalação de um parque vivencial de 12 hectares, a construção de um centro de pesquisa e de uma vitrine tecnológica agropecuária.

Parque de Exposições Agropecuárias Granja do Torto

O parque ocupa uma área de 74 hectares, o que equivale a cerca de 74 campos oficiais de futebol. O uso é destinado para atividades de bovinocultura, equideocultura, caprinocultura, ovinocultura, apicultura, avicultura, entretenimento, capacitação, exposições e leilões.

Além da destinação já citada, há a possibilidade de prestação de serviços, produção e comercialização de material genético, pesquisa e inovação, ensino e capacitação e produção e comercialização de insumos. Atividades complementares à agropecuária, nos ramos alimentício, bancário e hoteleiro, complementarão as atividades.

O Parque de Exposições Agropecuárias Granja do Torto integra a lista de prioridades para parcerias com a iniciativa privada do governo de Brasília.

Entrega de terreno para a Embrapa Hortaliças

Além do lançamento do edital, houve hoje a entrega de uma área de 896 hectares para a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). O terreno, no Recanto das Emas, é utilizado pela empresa do governo federal para pesquisas desde 1987 e abriga a Embrapa Hortaliças. Apesar do longo tempo instalada no local, não havia segurança jurídica pois a área não havia sido transferida do DF para a União.

Rollemberg ressaltou a importância da empresa. “A Embrapa é uma instituição estratégica para o Brasil, pois tem produzido muita riqueza para a população por meio do conhecimento.”

“Este governo sabe a importância da ciência, da tecnologia e da inovação”, disse o presidente da Embrapa, Maurício Antônio Lopes. “A criação do Biotic – Parque Tecnológico, a revitalização do Parque de Exposições Agropecuárias Granja do Torto e a segurança jurídica para a Embrapa representam avanço.”

Aguarde a galeria de fotos.

Compartilhas Noticia

Tags

Comentários

Comentários

Escrever Comentário

65169

Subscribe to see what we're thinking

Subscribe to get access to premium content or contact us if you have any questions.

Subscribe Now