SiteJornalOlhodeAguia
Not?cias
23/11/2021 10:13
AGULHA REVISTA DE CULTURA # 188 – novembro de 2021

 • EDITORIAL – ENCONTROS MARAVILHOSOS

 


Começamos a preparar este número de Agulha Revista de Cultura sob o impacto da obra da fotógrafa Ana Sabiá, que me foi apresentada pela artista Juliana Hoffmann. Nossas primeiras conversas se deram como um fulgor magnético em que parecíamos cada um adivinhar a próxima fala do outro. A seu respeito ela me enviou esse espelho luminoso: A história humana é feita de adversidades. Do nascer ao morrer, desde o início dos tempos, a vida é tecida por histórias de amores e lutas. Em que instante a minha história individual se entrelaça à das demais bilhões de pessoas desde que o mundo é mundo? Quais foram/são/serão as contingências que tramam tais aparições? / Essas interrogações nortearam a construção do meu trabalho no qual sou tanto destinatária quanto remetente destas Correspondências. A partir de antigos retratos de pessoas desconhecidas, comprados em sebos e feiras, respondo às proposições em metáforas justamente intentando não encerrar a reflexão mas, ao contrário, expandi-la para além de mim. / Através daquelas faces desconhecidas busco reconhecer a minha e, no esforço de revitalizar suas existências, me debato a preencher os evidentes hiatos entre suas histórias e a minha própria. Desta forma toda uma correnteza onírica invade nosso olhar quando estamos diante da potência de seu disparo. Seu currículo, ela mesma me enviou:

 

Nascida em 1978, Ana Sabiá é artista visual e pesquisadora independente. Doutora em Artes Visuais pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), na linha de pesquisa Processos Artísticos Contemporâneos. Mestra em Psicologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Licenciada em Educação Artística com habilitação em Artes Plásticas, pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP). Membro do grupo de pesquisa Articulações Poéticas (CNPq/ UDESC) e do Coletivo 7Mulheres. Possui experiência profissional no ensino fundamental e médio na área de Artes Visuais e Fotografia. Participa ativamente da cena artística brasileira e internacional em exposições, incluindo seleções, convites e premiações. Em 2017 foi premiada com o 1° lugar (categoria foto única) no 13° Festival Internacional de Fotografia Paraty em Foco (RJ); com o 2° lugar do juri oficial do Prix Photo Web Aliança Francesa (RJ) e selecionada em convocatória do SESC Galerias (SC), para a mostra individual “Do porão ao sótão” itinerante em três cidades catarinenses. Em 2019 foi selecionada para a mostra coletiva Vento Sul no 9° Foto em Pauta Festival de Fotografia de Tiradentes (MG) e convidada pela curadoria da 14ª Bienal

Internacional de Curitiba (PR) para integrar a programação com a mostra individual “Panorâmicas do Desejo”. Em 2020 foi selecionada na convocatória do 10° Festival de Fotografia de Tiradentes (MG); no edital “Arte como Respiro: Múltiplos Editais de Emergência”, do Itaú Cultural (SP); no 25° Salão Anapolino de Arte (GO) e, na leitura de portfólio do FESTFOTO POA (RS), obteve o Prêmio Aquisição pelo Museu da Fotografia de Fortaleza. Em 2021, a série “Jogo de Paciência” foi selecionada para integrar o 14° FESTFOTO POA; venceu o 2° lugar como projeto de livro na convocatória de fotolivro do 1° Festival Imaginária + Lovely House (SP); foi exposta na Huit Galerie em Arles, França; e também projetada no PhotoFestival de Marseille. Atualmente, desenvolve pesquisas a partir do corpo, surrealismo e auto-representação como estratégia de problematização crítica de temáticas que perpassam feminismos, identidades e autobiografia. Portfólio visual disponível em www.anasabia.com.

 

Nesta edição de Agulha Revista de Cultura apresentamos 44 obras de Ana Sabiá, um passeio sobre fases e séries, mas ela estará de volta conosco em 2022 dentro do ambiente da série SURREALISMO, SURREALISTAS, que apresentaremos a partir de janeiro. Seu corpo é o da equidistância entre dois mundos, notas desse vislumbre em que nos descobrimos a cada salto de um ponto a outro. Sua paisagem surrealista é a composição automática do dia como a fonte irradiante de cada piscar de olhos. Como se ela mesma, através de cada fotografia, estivesse nos dizendo: o que hoje se passa comigo um dia será o mundo todo. É como eu a vejo vendo o mundo, dentro e fora de si. A partir de nosso encontro eu fui, de imediato decidido a tê-la como nossa artista convidada, definindo a presente pauta. Um mundo de recortes relevantes, que mesclam Rabelais e Patafísica, Surrealismo e a epifania singular da América Hispânica – uma múltipla cartografia que convidam para nossa mesa a vitalidade de nossos colaboradores: Agathi Dimitrouka, Bruno Silva Rodrigues, Berta Lucía Estrada, Elys Regina Zils, Anderson da Costa, José Manuel Martins, Oscar González, Roberto Acuña, Rocío Luqui, Rodrgio Petronio e Soledad Alvarez. 

Os Editores

 

 

 

*****

• ÍNDICE

 

AGATHI DIMITROUKA Bolívar, eres bello como un griego [Parte 7]

https://arcagulharevistadecultura.blogspot.com/2021/11/agathi-dimitrouka-bolivar-eres-bello.html

 

BRUNO SILVA RODRIGUES | Notas para uma cartografia da poesia de Cruzeiro Seixas

https://arcagulharevistadecultura.blogspot.com/2021/11/bruno-silva-rodrigues-notas-para-uma.html

 

BERTA LUCÍA ESTRADA | Albert Camus

https://arcagulharevistadecultura.blogspot.com/2021/11/berta-lucia-estrada-mersault-contra.html

 

ELYS REGINA ZILS, ANDERSON DA COSTA | Entrevista com Claudio Willer

https://arcagulharevistadecultura.blogspot.com/2021/11/elys-regina-zils-e-anderson-da-costa.html

 

JOSÉ MANUEL MARTINS | Patafísica (uma nota)

https://arcagulharevistadecultura.blogspot.com/2021/11/jose-manuel-martins-patafisica-uma-nota.html

 

OSCAR JAIRO GONZALEZ HERNÁNDEZ | Dapple Gómez

https://arcagulharevistadecultura.blogspot.com/2021/11/oscar-jairo-gonzalez-hernandez-david.html

 

ROBERTO ACUÑA | La comprensión de la epifanía. Bosquejo a la poesía de José Ángel Leyva

https://arcagulharevistadecultura.blogspot.com/2021/11/roberto-acuna-la-comprension-de-la.html

 

ROCÍO LUQUE | Entre cuerpo y alma fluyen las palabras: A los diez años, en mi pupitre de Nahui Olin

https://arcagulharevistadecultura.blogspot.com/2021/11/rocio-luque-entre-cuerpo-y-alma-fluyen.html

 

RODRIGO PETRONIO | Pantagruelismo à brasileira

https://arcagulharevistadecultura.blogspot.com/2021/11/rodrigo-petronio-pantagruelismo.html

 

SOLEDAD ALVAREZ | El paisaje insular en la poesía dominicana

https://arcagulharevistadecultura.blogspot.com/2021/11/soledad-alvarez-el-paisaje-insular-en.html 

  

 

Ana Sabiá

 

 

 

 

 


 

 

*****

 

 

[A partir de janeiro de 2022]
 

 

 

*****

Agulha Revista de Cultura

UMA AGULHA NA MESA O MUNDO NO PRATO

Número 188 | novembro de 2021

Artista convidada: Ana Sabiá (Brasil, 1978)

 

 

 

editor geral | FLORIANO MARTINS | floriano.agulha@gmail.com

editor assistente | MÁRCIO SIMÕES | mxsimoes@hotmail.com

logo & design | FLORIANO MARTINS

revisão de textos & difusão | FLORIANO MARTINS | MÁRCIO SIMÕES

ARC Edições © 2021

 

Visitem também:

 

 

Atlas Lírico da América Hispânica

 

Conexão Hispânica

Escritura Conquistada

 

 

 
 
 
Link:
0 Comentários | Escrever comentário

 

Os conservadores fotográficos emergentes da década de 2020, com Millard Schisler

youtube.com/watch?v=nAa9rghODME
Rua Augusta - Emicida


Joe Satriani - Always with me, always with you


 

 

 

Thalyta Ribeiro de Oliveira Incrível seus projetos, tanto de fotografia, quanto com a galeria e as produções audiovisuais. Apenas continue!!
Contador de Visitas
Hoje: 462
Desde 15/05/2011: 6.375.243
você é a favor do impeachment de Bolsonaro? Vote.
n
sim