SiteJornalOlhodeAguia
Not?cias
13/08/2014 15:56
Espet?culo Mulheres Brincantes abre segunda temporada no SESC Gama.Foto:Nara Oliveira

 Espetáculo Mulheres Brincantes abre segunda temporada

Com direção de José Regino, a montagem do grupo Casa Moringa busca reverenciar o papel da mulher nas tradições populares


É inquestionável a presença da mulher como agente mantenedora das tradições culturais brasileiras. Para revelar essa força ancestral da arte, seus mitos e rituais, o grupo Casa Moringa criou o espetáculo Mulheres Brincantes. Com direção teatral de José Regino, a montagem abre em agosto sua 2ª tempoarada, com apresentação nos teatros SESC do Gama, dia 19, e Ceilândia, no dia 26. Sempre às 20h, com entrada franca. 

A montagem é inspirada na tradição feminina de se contar histórias, dançar e cantar em roda. Reúne quatro histórias inspiradas na cultura popular, revelando como a mulher, mesmo num contexto patriarcal, tem o poder de se reiventar através da arte. A partir desses exemplos, busca reverenciar o papel da mulher, mãe, negra e de classe trabalhadora dentro das manifestações tradicionais. 

Para a concepção, a Casa Moringa foi investigar nas bases do teatro  popular e nos rituais de contação de histórias uma forma de trabalhar a música, a oralidade e a dança  como linguagens cênicas. Esses elementos são brincados em cena dialogando com tendências contemporâneas do teatro. A dramaturgia foi criada em processo colaborativo, com direção de José Regino, do histórico Celeiro das Antas. A trilha sonora é original, com direção musical de Daniel Carvalho.

O projeto conta com apoio do FAC-DF e, em setembro, estará em cartaz em teatros do Plano Piloto. 


Mulheres Brincantes

Entre ritos e brincadeiras, Mulheres Brincantes reúne quatro histórias inspiradas na trajetória de mulheres que superam os desafios da vida pelo fazer da arte. Essas meninas, mães e avós cantam, dançam, botam bonecos e contam histórias. A dramaturgia apresenta os bastidores das tradições, com o intuito de revelar o protagonismo, a fragilidade, a força e a resistência da mulher na cultura popular. Inquietações femininas que são, no seu sentido mais profundo, inquietações humanas universais.  


Casa Moringa

Casa Moringa é a união de educadoras e artistas brincantes de Taguatinga. O grupo nasceu em 2011, fruto da convivência com as artes e ofícios das culturas populares. Desde então, firmou sua sede na comunidade do Mercado Sul. O principal objetivo é valorizar os conhecimentos populares, fortalecendo os elos entre tradição e conteporaneidade, a partir de uma abordagem criativa e colaborativa. - www.casamoringa.com.br 


SERVIÇO


Circulação Mulheres Brincantes – 2ª Temporada

19 de agosto (terça)
Local: Teatro Paulo Gracindo - SESC Gama
Endereço: Setor Leste Industrial, QI 1 - Gama
Horário: 20h

26 de agosto (terça)
Local: Teatro Newton Rossi - SESC Ceilândia
Endereço: QNN 27, Lote B - Ceilândia Norte 
Horário: 20h


Classificação indicativa: 12 anos
Entrada: Franca
Informações: 61 8110.7383
Sitewww.casamoringa.com.br

Assessoria de imprensa: 61 8575.8500 (Keyane Dias) 

 




-- 

Keyane Dias - Comunicação, Educação e Cultura
+55 61 8575-8500  
Pra quem caminha presente, não existe demora.

Estúdio Gunga -
 www.estudio.gunga.com.br
Espaço Cultural Mercado Sul - facebook.com/EspacoCulturalMercadoSul
Eu Livre . Educação e Saúde - www.eulivre.com.br  
Mamulengo Fuzuê - www.mamulengofuzue.com.br
Rede Mocambos - www.mocambos.net 

Link:
0 Comentários | Escrever comentário

 

Os conservadores fotográficos emergentes da década de 2020, com Millard Schisler

youtube.com/watch?v=nAa9rghODME
Rua Augusta - Emicida


Joe Satriani - Always with me, always with you


 

 

 

Thalyta Ribeiro de Oliveira Incrível seus projetos, tanto de fotografia, quanto com a galeria e as produções audiovisuais. Apenas continue!!
Contador de Visitas
Hoje: 2.961
Desde 15/05/2011: 6.361.844
você é a favor do impeachment de Bolsonaro? Vote.
n
sim