Paulo Coelho e esposa vão bancar festival de jazz rejeitado pelo governo Bolsonaro

A Fundação Coelho & Oiticica irá cobrir os gastos do Festival do Capão, solicitados via Lei Rouanet (145.000 reais).fonte;https://www.brasil247.com/

16/07/2021 11:30

 

Paulo Coelho e Christina Oticica
Paulo Coelho e Christina Oticica (Foto: Reprodução/Twitter)

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

 

 

247 - Nesta quarta-feira (13), o escritor Paulo Coelho e sua mulher, a artista plástica Christina Oticica, se ofereceram para bancar os custos de um evento rejeitado pelo governo Bolsonaro. 

Um festival de jazz na Bahia foi impedido de captar recursos via Lei Rouanet pela gestão Mario Frias, que comanda a Cultura no governo Bolsonaro. O processo foi analisado dentro do âmbito da Fundação Nacional das Artes, a Funarte, num documento carregado de referências religiosas.

O parecer desfavorável ao Festival de Jazz do Capão, que está em sua nona edição, começa com a frase “o objetivo e finalidade maior de toda música não deveria ser nenhum outro além da glória de Deus e a renovação da alma”, atribuída a Johann Sebastian Bach.

A Fundação Coelho & Oiticica irá cobrir os gastos do Festival do Capão, solicitados via Lei Rouanet (145.000 reais). 

Coelho defendeu que o evento seja “antifascista e pela democracia”. 

 
 

Compartilhas Noticia

Tags

Comentários

Comentários

Escrever Comentário

42552

Subscribe to see what we're thinking

Subscribe to get access to premium content or contact us if you have any questions.

Subscribe Now