“A fotografia é a pintura do século XXI” Por Claudio Edinger.Foto>Foto: Maira Coelho

05/04/2019 07:51

 “A fotografia é a pintura do século XXI”

Claudio Edinger esteve em Goiânia e realizou uma verdadeira troca de experiência, onde falou sobre sua carreira, seu processo criativo e a forma de se enxergar a fotografia como expressão artística

Workshop com Claudio Edinger na Wa Imagem 

Fotografia autoral, documental, jornalística e fine-art. A incansável busca do eterno no efêmero serviu de pauta para o premiado fotógrafo Claudio Edinger realizar um encontro com profissionais e amantes da fotografia em Goiânia. O evento, realizado nos dias 21 e 22/03/14, marcou o primeiro ciclo de atividades do Projeto F/5, promovido pela WA Imagem. Como uma troca de informações e experiências, a palestra e o workshop tornaram-se uma espécie de intercâmbio entre ideias, ações e aprendizado. 

Edinger começou a dar aulas de fotografia em 1979 na Parson’s School of Designe e mais tarde no International Center of Photography (ICP), ambos em Nova York. Recebeu o Prêmio Leica (duas vezes), Prêmio Hasselblad, Prêmio Higashikawa (Japão), o Prêmio Ernst Haas (EUA), Prêmio JP Morgan, Prêmio Pictures of The Year (EUA), Prêmio Abril, Prêmio Marc Ferrez e, por duas vezes, recebeu o Prêmio Porto Seguro no Brasil.

Suas fotos estão nas coleções do MASP, MIS, MAM, MAC, Pinacoteca, Museu Metropolitano de Curitiba, Metronòn (Barcelona), Higashikawa (Japão), AT&T Photo Collection, Equity International Photo Collection, Brazil Golden Art Fund, Itaú Cultural, Centro Cultural Banco do Brasil e nas maiores coleções particulares de fotografia do Brasil. Além disso, estampou capas dos periódicos O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, Time, Newsweek, Life, Rolling Stone.

“Minhas referências são principalmente literárias. Lia muito quando jovem e isso me levou a fotografar. Literatura é feita de imagens e as imagens que criamos ao ler acabaram me forçando a fotografar. É possível amadurecer o olhar o tempo todo. Aprendemos com cada imagem que fazemos ou vemos, com cada viagem, com cada livro que lemos, com cada filme, cada música, a evolução é constante e não tem fim”, ressaltou o artista durante o evento.

Intercâmbio cultural

Com a proposta de discorrer sobre os anos em que trabalha com a fotografia, durante a palestra Claudio Edinger falou sobre o seu processo de criação, a fotografia como arte e sobre as suas experiências, tanto em relação às viagens quanto às 14 publicações que assina. Quem participou do encontro pôde conferir um pouco do trabalho do artista, que interagiu com o público e deu dicas técnicas e teóricas, a exemplo de referências visuais de outros fotógrafos e artistas visuais. Um verdadeiro intercâmbio cultural.

De acordo com a mestre em Comunicação e Cinema, Jô Levy, a maior motivação à participar do workshop foi o seu interesse por fotografia e imagem. Ela ficou sabendo por meio e divulgações virtuais, principalmente nas redes sociais e logo fez a inscrição. “Gostei demais da proposta geral do projeto. Também gostei do espaço da WA, não conhecia. Foi uma experiência muito boa conhecer o Cláudio e conhecer muitos dos colegas presentes, pessoas muito interessantes e com boas experiências para trocar.”

Já o fotógrafo Lourenço Cardoso afirmou que a sua motivação foi a busca por mais conhecimento e experiência na área. Para ele, o resultado foi realmente o esperado. “É evidente que poderíamos ter avançado mais, mas em um único dia, não daria para irmos mais longe do que fomos. Me sinto satisfeito. A troca de experiências, contatos e aptidões foram os grande resultados alcançados.”

Para o outro fotógrafo Delcio Gonçalves, “o workshop do Claudio Edinger foi mais uma sessão mediúnica do que uma aula”. Opinião também partilhada pela goiana Ana Carolina Póvoas, que parabenizou a WA Imagem pela iniciativa, propósito e produção. “Foi muito bom, com participantes incríveis, fazendo jus ao palestrante. Sou grata pela oportunidade! Espero que o espaço continue prosperando nesse caminho de busca de produção de conhecimento da imagem. Fotografia é luz!”

Para Edinger a vinda a Goiânia foi enriquecedora “encontrei tantos talentos com ótimo potencial, é muito importante poder trocar ideias com pessoas de outras partes do país que estão produzindo fotos e livros.”

WA IMAGEM

Em 22 anos trabalhando com fotografia, design e criação, a WA Imagem tornou-se referência em qualidade. Sempre acompanhando a evolução digital, a WA inova oferecendo os melhores profissionais, equipamentos e processos para garantir um resultado diferenciado em técnica, originalidade e bom gosto.

Ampliando sua gama de serviços, a WA Imagem implementa o primeiro bureau de impressão FineArt em grandes formatos de Goiânia, abrindo para fotógrafos e artistas a possibilidade de  ampliar imagens com definição, gama tonal e durabilidade excepcionais.

Hoje, com o objetivo de se tornar um centro de estudos, pesquisa e desenvolvimento da fotografia no Centro Oeste, a WA investe também no segmento cultural, promovendo eventos, cursos, workshops, encontros etc, fomentando o debate e a prática da fotografia em Goiás.

A primeira edição do Projeto F/5 conta com a vinda de cinco grandes fotógrafos de diversas partes do país
 para ministrarem workshops: Claudio Edinger, Evandro Teixeira, Valdemir Cunha, João Ripper e Lucille Kanzawa. Os workshops acontecem entre março e junho de 2014 e irão abordar temas relacionados à fotografia contemporânea, promovendo a troca de experiências e contribuindo na orientação, atualização, formação profissional e artística dos participantes.
 

 

(Texto Clenon Ferrreira)
Participantes do workshop com Claudio Edinger, na Wa Imagem

Compartilhas Noticia

Tags

Comentários

Comentários

Escrever Comentário

98694

Subscribe to see what we're thinking

Subscribe to get access to premium content or contact us if you have any questions.

Subscribe Now