SiteJornalOlhodeAguia
Not?cias
28/11/2019 11:04
“Lindeza” De David Almeida Pinturas e esculturas em barro Sala Principal “Casa do Lago cheio de mim” De André Santangelo Fotos, audioinstalações, videoinstalações e fotoinstalações Sala Acervo Abertura: 30 de novembro, sábado Horário: das 17h à

 A Referência Galeria de Arte inaugura no dia 30 de novembro, sábado, às 17h duas mostras individuais inéditas que abordam as questões ancestrais como, deslocamentos e pertencimentos. Na Sala Principal, David Almeida apresenta a exposição “Lindeza”, com pinturas a óleo e esculturas, resultado de um mergulho nas paisagens e histórias de Crateús e do Cariri, no Ceará. André Santangelo apresenta “Casa do Lago cheio de mim”, com fotos, audioinstalações, videoinstalações e fotoinstalações, na Sala Acervo, em uma imersão no ateliê e nos processos criativo e de produção do artista. As mostras ficam em cartaz até o dia 18 de janeiro de 2020, com visitação de segunda a sexta, das 12h às 19h, e sábado, das 10h às 15h. A entrada é gratuita e a classificação indicativa é livre para todos os públicos. A Referência Galeria de Arte fica na 202 Norte, Bloco B, Loja 11 – Subsolo, Brasília-DF. Telefone: (61) 39633501.


David Almeida e André Santangelo são artistas representados em Brasília pela Referência Galeria de Arte. A galerista Onice Moraes, que acompanha o trabalho dos dois artistas há alguns anos ressalta a dedicação ao fazer artístico e o caráter inovador de suas obras. “Tanto David Almeida como André Santangelo primam pelo desenvolvimento de pesquisas e de poéticas próprias que evidenciem o processo criativo de cada um, oferecendo caminhos para abordagens distintas para suas produções”, completa Onice.

“Lindeza”

De David Almeida

Pinturas e esculturas em barro

Sala Principal

“É um processo de aterramento e conexão com as heranças culturais familiares”, explica o artista visual David Almeida. “Lindeza”, palavra que dá nome à mostra, refere-se à fazenda onde a família do artista se estabeleceu, na região dos distritos de Crateús. Lindeza carrega em si as características contraditórias da existência do sertão e de quem reside em seu bioma. Assim como as histórias coletadas, a paisagem molestada onde o embate com as mazelas ditaria seu próprio ciclo revelam um contingente de beleza, oriundo da exuberância e da subsistência na mesma medida.

“Da mesma maneira que minha família, e tantas outras, carregam como herança apenas a palavra e a memória as paisagens carregam em seu mistério os percursos de luta e o seu ciclo rijo imutável”, afirma David. “Assim, a natureza do título e da exposição, ao mesmo tempo afetivas e históricas, entendo o trabalho como uma extensão da minha condição migrante, filho de migrantes e também artista brasiliense, radicado na cidade de São Paulo. Penso, divagando, que estar em transito é da natureza do sertanejo e, assim, a busca e a viagem são heranças do brasiliense, do filho de migrantes”. Dessa maneira, o artista estabelece vínculos com aspectos pulsantes de nosso contexto sócio-político atual e também da arte como proposições em trânsito, derivas, pintura e viagem como meio para visualidade além de uma reflexão sobre a construção de projetos de poder e memória nos dias de hoje.


“Casa do Lago cheio de mim”

De André Santangelo

Fotografias, audioinstalações, videoinstalações e fotoinstalações

Sala Acervo

Em “Casa do Lago cheio de mim”, André Santangelo provoca o deslocamento do fruidor para dentro de seu ateliê ao passo que leva seu ateliê para dentro da galeria. As peças que compõem a mostra produzem movimentos concêntricos e excêntricos que envolvem e transportam o expectador em um conjunto de metáforas que sutilmente evidenciam seu processo criativo. Explorar e extrapolar os sentidos para além do que os olhos vêm “ficou cada vez mais evidente ao longo do tempo como forma de uso poético no conjunto de uma obra que afeta o espectador de maneira mais imersiva”, afirma André.

Som e imagem deslocados de seus objetos de origem e apresentados em suportes que vão da projeção, à instalação, à fotografia e aos áudios de ateliê compõem a mostra. “Quando penso somente no som, me interessa muito a ausência da imagem e a possibilidade de o espectador imaginar e criar suas imagens”, indica o artista. “Este trabalho que agora apresento na Referência, em específico os áudios, têm esse efeito imersivo e especulativo - visto que o ateliê está lá metaforicamente -, ampliando o imaginar, conectando o conjunto das obras”, completa.

Sobre os artistas

André Santangelo é um artista brasiliense que, há mais de 20 anos, produz imagens e instalações onde especula, constantemente, as possibilidades da integração entre as técnicas clássicas, como a pintura, e as mídias contemporâneas, como a fotografia em sua versatilidade atual, sempre criando novos contextos, novos mundos, novas poesias. O diálogo entre a fotografia e a pintura, perceptível em suas obras, demonstra que a formação do artista se deu em pintura e fotografia ao mesmo tempo em que ele apreendia as tecnologias digitais, de captura e manipulação de imagens, que estão a cada dia se superando e que tanto impactam a produção artística desde a década de 80. Santangelo participou de diversos projetos junto a instituições de referência no circuito artístico brasileiro como o Instituto Itaú Cultural, a Funarte, o Prêmio PIPA entre outros, realizando exposições em diversas capitais brasileiras e no exterior. É representado pela Referência Galeria de Arte e participa continuamente da SP-Arte, mais importante evento das artes visuais da América Latina. Suas obras estão em diversas coleções particulares e museus.

Brasiliense radicado em São Paulo, David Almeida é formado em Artes Plásticas pela Universidade de Brasília. Premiado em 2013 no 12o Salão de Arte de Jataí, em 2014 pelo 20º Salão Anapolino de Arte e novamente em Jataí no 14o Salão de Arte de Jataí em 2015, participou de mostras coletivas como “Brazil: arbeit und freundschaft”, no Espaço Pivô, em São Paulo, e 20 – Pintura e Pictorialidade em Brasília de 2000/2014, no Espaço Cultural Marcantonio Vilaça, “Scapeland – Território de Trânsito Livre”, no Memorial da América Latina. Participou de prêmios na cidade como 1o Salão Mestre D’Armas – Planaltina, Transborda Brasília – Prêmio de Arte Contemporânea e o 1º Prêmio Vera Brandt de Arte Contemporânea, onde foi premiado. Em 2018 foi indicado ao Prêmio Pipa pela primeira vez. Realizou exposições individuais ao longo dos anos como “Sobre habitar o invisível”, na Referência Galeria de Arte em 2015, “Asseidade da Fenda”, no Centro Cultural Elefante em 2016, sua primeira individual em São Paulo na Zipper Galeria em 2018 e as mostras “Encalço”, no Rio de Janeiro, e “Paragens para um lugar nenhum”, em Curitiba.


Serviço:

“Lindeza”

De David Almeida

Pinturas e esculturas em barro

Sala Principal


“Casa do Lago cheio de mim”

De André Santangelo

Fotos, audioinstalações, videoinstalações e fotoinstalações

Sala Acervo


Abertura: 30 de novembro, sábado

Horário: das 17h às 21h

Local: Referência Galeria de Arte

Visitação: Até 18 de janeiro

De segunda a sexta, das 12h às 19h

Sábado, das 10h às 15h

Entrada: Gratuita

Classificação indicativa: Livre para todos os públicos

Endereço: 202 Norte Bloco B Loja 11, Subsolo Asa Norte – Brasília-DF

Telefone: (61) 3963-3501 | (61) 98162 3111



E-mail: referenciagaleria@gmail.com

Facebook / @referenciagaleria

Instagram / @referenciaarte



Informações para a imprensa:

Agenda KB Comunicação

Contato: Luiz Alberto Osório

E-mail: luiz.alberto@agendakb.com.br

Telefones: (61) 3344-0143 / (61) 98116-4833

Skype: luiz.alberto.osorio
Ver menos
Apresentando
 
 

David Almeida

Artista
Para catalogar trabalhos novos e antigos, pesquisas, inquietações e situações recorrentes de meu cotidiano no ateliê. E outras coisas, se pá.
Link:
0 Comentários | Escrever comentário

 

Motörhead "Heroes" (David Bowie Cover)

Motörhead to release Under Cöver in September 2017 Covers compilation to include new version of David Bowie’s “Heroes”, (above)
Bruce Springsteen, U2, Patti Smith - Because The Night RNR HOF 2009


Renato Teixeira - Tocando em Frente


 

 

 

GERALDO Magela parabens amigo Ivaldo pela sua luta e honestidade e carater valeu amigo
Contador de Visitas
Hoje: 169
Desde 15/05/2011: 5.466.410
Voc? e a favor que o Jardim Bot?nico de Bras?lia - JBB. cobre da popula??o pra tirar foto?
n
sim