SiteJornalOlhodeAguia
Noticias
04/02/2019 09:12
Brasil segue no avanço com medicações para o tratamento de câncer.Foto:Barbara Paz
Conheça a nova geração de medicamentos e terapias têm ajudado no combate ao câncer no país

 O cigarro, sedentarismo, má alimentação e poluição estão entre os principais fatores de risco para o surgimento de tumores. Para reforçar a ideia de prevenção, foi criado o Dia Mundial de Combate ao Câncer, que é comemorado no dia 4 de fevereiro. Em Brasília, a Médica Oncologista Ludmila Thommen sinaliza o que há de novo sobre os avanços no tratamento da doença. 
Entre as novidades, está o succinato de ribociclibe e o palbociclibe. Essas medicações foram aprovadas no último ano pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Anvisa, sendo indicada em combinação com um inibidor de aromatase para o tratamento de mulheres na pós menopausa com câncer de mama RH+/HER2- em estágio avançado ou metastático. É indicado como terapia inicial podendo postergar a necessidade de uso de quimioterapia citotóxica. Ou seja, é um tratamento de primeira linha para câncer de mama avançado positivo para receptores hormonais. 

A Oncologista Ludmila Thommen, conta que a medicação representa uma mudança de paradigma no cenário de tratamento do câncer de mama já que o mecanismo de ação é bloquear a atividade de enzimas conhecidas como quinases dependentes de ciclinas (CDK) 4 e 6, que são importantes para regular a maneira em como as células crescem e se dividem. “Ao bloquear as CDK4 e CDK6, retarda o crescimento das células RH-positivas do câncer de mama”, diz.
De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres brasileiras depois do câncer de pele não melanoma. A estimativa é de que em 2019, serão cerca de 60 mil novos casos da doença. Estima-se que 20% a 50% dos pacientes com câncer de mama em estágio inicial cheguem à fase metastática.

“Os resultados do estudo com o medicamento succinato de ribociclibe e o palbociclibe nos levam a crer que a terapia combinada chega como um novo padrão de cuidados para o tratamento inicial de câncer de mama avançado ou metastático RH+/HER2-, sendo esse o tipo mais comum da doença”, conta a oncologista Ludmila. 

“É fato, o tratamento do câncer de mama evoluiu muito nos últimos anos, o índice de cura aumentou incrivelmente com as novas técnicas cirúrgicas, a radioterapia e os novos medicamentos. Com o progresso da medicina, pacientes que antes tinham poucas opções de tratamento hoje conseguem viver muitos anos com qualidade de vida. Mesmo nas mulheres que têm doença metastática e não podem ser curadas, muitas novas opções de tratamento estão disponíveis”, ressalta a oncologista.

Palestra gratuita
A médica que abraça diversas causas de mulheres no tratamento do câncer de mama no Distrito Federal, organizou para o dia 8 de fevereiro, em comemoração ao Dia Mundial de Combate ao Câncer, uma palestra de conscientização sobre a doença. O evento aberto ao público, começa às 13h no serviço de oncologia do Hospital Universitário de Brasília – HuB (604/605 L2 Norte). E terá a presença da Médica Oncologista Ludmila Thommen e da criadora do projeto Câncer sem Tabu, Isabel Costa – ela venceu o câncer é irá contar em sua palestra como é a vida após a doença. 
Serviço
Palestra motivacional Dia Mundial de Combate ao Câncer
Endereço: Hospital Universitário de Brasília – HuB (604/605 L2 Norte)
Horário: Sex das 13:00 às 14:00
Contato: (61) 2028 5000

Link:
0 Comentários | Escrever comentário

 

Motörhead "Heroes" (David Bowie Cover)

Motörhead to release Under Cöver in September 2017 Covers compilation to include new version of David Bowie’s “Heroes”, (above)
Bruce Springsteen, U2, Patti Smith - Because The Night RNR HOF 2009


Renato Teixeira - Tocando em Frente


 

 

 

GERALDO Magela parabens amigo Ivaldo pela sua luta e honestidade e carater valeu amigo
Contador de Visitas
Hoje: 559
Desde 15/05/2011: 5.334.461
Voc? e a favor que o Jardim Bot?nico de Bras?lia - JBB. cobre da popula??o pra tirar foto?
n
sim