SiteJornalOlhodeAguia
Noticias
31/07/2017 12:36
Espetáculo leva a escolas do DF histórias da cultura negra do nosso país.Fotos.Davi Carvalho
No mês de agosto, o grupo Grito de Liberdade promete encantar alunos da rede pública com novas histórias contadas a partir da capoeira, dança e música

 

A história negra de nosso país é contada a partir de diferentes formas, sujeitos e versões. Muitos são os heróis e símbolos que nos representam e fazem parte de nossas raízes, como Zumbi, Dandara, Luiz Gama, Carolina de Jesus, a Capoeira, o Maculelê e muitos outros cantos e danças da resistência afrobrasileira. Mas, oficialmente, a história negra é comumente omitida, sendo que assim não conhecemos, de fato, muito de nossas origens. Pensando em inserir nomes e expressões afro no ensino do DF, o Centro Cultural e Social Grito de Liberdadeu do Mestre Cobra vai circular, no mês de agosto, com o espetáculo Quilombos da Liberdade - Identidade, apresentando, a partir da capoeira, narrativas onde os alunos aprendem sobre a história negra do país como processo formador de nossa identidade. De 02 a 19 de agosto, o grupo passará pelo Riacho Fundo, Taguatinga e Núcleo Bandeirante, alcançando 6 escolas e centenas de crianças e adolescentes.

 

O projeto Quilombos da Liberdade é um espetáculo que visa reverenciar e difundir a cultura afro para estudantes do ensino básico, fundamental e médio da Rede Pública do Distrito Federal. Repleto de muita dança, ritmo, cor e movimento, o espetáculo usa a linguagem da capoeira para apresentar histórias e referenciais afro-brasileiros, revelando novas perspectivas sobre a nossa história, nossos simbolos e nossos heróis. No ano de 2017 o Quilombos da Liberdade chega a sua 7ª edição, e promete encantar e cativar as nossas crianças e jovens com muita força e energia.

 

O grupo Grito de Liberdade foi premiado, recentemente, com o primeiro Prêmio de Cultura afro-brasileira realizado pela Secretaria de Cultura do Distrito Federal, para atividades relacionadas ao fortalecimento e à promoção continuada das expressões culturais afro-brasileiras, graças a circulação de seus projetos fomentadores da cultura negra no DF e entorno.

“O projeto Quilombos da Liberdade – Identidade ganha mais força a cada edição, e nesse ano vamos contemplar mais 6 escolas da rede pública do DF de todos os turnos, levando as referências afro para sala de aula e ampliando a visão da história do Brasil através da capoeira e suas danças.” Mestre Cobra, idealizador do projeto e do Grito de Liberdade.

 

 

O projeto é uma afirmação e defesa da LEI No 10.639, DE 9 DE JANEIRO DE 2003, pouco estabelecida nas escolas e cujo o primeiro artigo diz:

 

“O conteúdo programático a que se refere  deste artigo incluirá o estudo da História da África e dos Africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e política pertinentes à História do Brasil.”

 

 

O Centro Cultural e Social Grito de Liberdade do Mestre Cobra

 

Fundado em 1994, o Grupo Cultural e Social Grito de Liberdade está espalhado pelo DF e pelo Brasil, formando capoeiristas também em Goiás, Minas Gerais, Piauí e Rio Grande do Norte. São muitos alunos, entre meninos e meninas, homens e mulheres, velhos e velhas, vindos de todos os setores da sociedade. Mestre Cobra perpetua a capoeira não somente como uma luta ou dança, mas como qualidade de vida, como uma arma de conhecimento de si, do outro e do mundo, para fortalecermos nossa identidade e ancestralidade, conectando-nos com o futuro.  Além dos constantes treinos, o grupo produz diversos encontros, entre batizados, trocas de cordel, rodas festivas, festivais de dança e campeonatos. 

 

A Circulação do Espetáculo Quilombos da Liberdade - Identidade por escolas do DF conta com apoio da Secretaria de Cultura do Distrito Federal.

 

SERVIÇO

Circulação do Espetáculo Quilombos da Liberdade - Identidade por escolas do DF

Quando? de 02 a 19 de agosto de 2017

OndeRiacho Fundo, Taguatinga e Núcleo Bandeirante

Quanto? Entrada Franca

Classificação: Livre

 

PROGRAMAÇÃO:

 

02/08 - Centro Educacional 02 do Riacho Fundo

Local: Riacho Fundo I

Horário: 11h, 14h30 e 19h

 

03/08 - Centro de Ensino Vila Areal

Local: Taguatinga

Horário: 11h e 14h30

 

04/08 - Centro de Ensino Fundamental  Telebrasília

Local: Riacho Fundo I

Horário: 8h30 e 14h

 

10/08 - Centro de Ensino Fundamental 01

Local: Núcleo Bandeirante

Horário: 11h e 17h

 

16/08 -  Centro de Ensino Médio 01

Local: Núcleo Bandeirante

Horário: 10h40, 15h30 e 20h45

 

19/08 -  Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - IFB

Local: Riacho Fundo I

 

Horário: 9h

https://www.youtube.com/watch?v=LR8ndjhCA_k&feature=youtu.be
 
-- 
Davi Carvalho de Mello
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, atividades ao ar livreA imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas praticando esportesA imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas dançando, pessoas no palco e atividades ao ar livreA imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, multidão e atividades ao ar livre
Link:
0 Comentários | Escrever comentário

 

Motörhead "Heroes" (David Bowie Cover)

Motörhead to release Under Cöver in September 2017 Covers compilation to include new version of David Bowie’s “Heroes”, (above)
Bruce Springsteen, U2, Patti Smith - Because The Night RNR HOF 2009


Renato Teixeira - Tocando em Frente


 

 

 

GERALDO Magela parabens amigo Ivaldo pela sua luta e honestidade e carater valeu amigo
Contador de Visitas
Hoje: 142
Desde 15/05/2011: 5.336.942
Voc? e a favor que o Jardim Bot?nico de Bras?lia - JBB. cobre da popula??o pra tirar foto?
n
sim