SiteJornalOlhodeAguia
Not?cias
20/07/2017 11:15
Luiz Humberto.Mestre Dos Mestres.(Fotojornalista.) F.A.C. Necessita urgente de um representante da fotografia no conselho.(Fundo de Apoio A Cultura)Foto:Valter Campanato/Agência Brasil
Brasília - Presidenta Dilma Rousseff e o ministro da Cultura, Juca Ferreira, entregam a Ordem do Mérito Cultural 2015 a Luis Humberto, em cerimônia no Palácio do Planalto (Valter Campanato/Agência Brasil)

 Este é o FAC que queremos para Brasília?

 
Tramita a  reuniões fechadas ao público, mesas e gabinetes do FAC, um projeto de exposição do mestre professor fotógrafo Luis Humberto. Um projeto sério, bem escrito, cumpre com qualidade e competência os quesitos exigidos pelo FAC.
Foi muito bem avaliado em alguns quesitos, mas no ítem Relevância da Obra, um parecerista que não conhece a envergadura e a importância para cidade e para o Brasil de Luis Humberto, que não é da área de artes visuais e nem de fotografia, deu 4 pontos(em uma escala máxima de 5 pontos).
 
"Relevância da obra ou conjunto de obras premiadas ou proposta curatorial de seleção das obras - considera-se para fins de avaliação e valoração, a relevância e qualidade técnica da obra ou conjunto de obras que serão utilizadas no projeto, bem como a sua importância
para o cenário cultural do Distrito Federal. (peso 3)"
 
Mais de 40 anos de fotografia. Um dos fundadores da Universidade de Brasília-UnB junto com Darcy Ribeiro e outros idealistas. Professor de fotografia que se demitiu coletivamente em 68, reintegrado à Universidade em 1985. Foi diretor da Fundação Cultural, Editor de Arte e Fotografia do Jornal de Brasília. Co-criador de prédio hoje da Faculdade de Educação, autor dos azulejos externos deste prédio, na UnB. Personagem e verbete obrigatório na história do fotojornalismo e da fotografia Brasileira.
 
Relevância da Obra 4(muito bom) ????????????????
 
Luis Humberto é patrimônio cultural e histórico de Brasília, personagem como ele não se mede a importância em uma escala de 5 pontos.

 
Rinaldo Morelli
Acesse:https://www.facebook.com/rinaldo.morelli.9
 

Luís Humberto

Luis Humberto Martins Pereira (Rio de Janeiro20 de setembro de 1934) é um fotógrafo e arquiteto brasileiro[1][2].

Formou-se em 1959 pela atual Universidade Federal do Rio de Janeiro. Começou a carreira trabalhando como desenhista no Ministério da Educação e Cultura. Dois anos depois, mudou-se para a recém-fundada Brasília, acompanhando a sua mulher, Eloah, que era funcionária da Câmara dos Deputados.

Aceitou o convite do arquiteto e pintor Alcides da Rocha Miranda, rprimeiro coordenador do curso de arquitetura de Brasília, para a judar a estruturar a UnB. Trabalhou em projetos de edifícios e deu aulas de desenho para turmas de arquitetura, artes plásticas e música[3].

Foi um dos 223 professores que deixaram a UnB em 1965, em protesto contra a demissão de 15 colegas pelo reitor Laerte Ramos. Ficou afastado da Universidade durante todo o regime militar, voltando apenas em 1985, como professor da Faculdade de Comunicação[4]. Durante esse período, trabalhou como fotógrafo, destacando-se pela sua atuação nas revistas Veja (19681978) e IstoÉ (1978 a 1982). Foi o primeiro editor de fotografia do Jornal de Brasília, fundado em 1973. Foi um dos fundadores da União dos Fotógrafos de Brasília, entidade pioneira no gênero no Brasil[5].

Recebeu em 2015 a Ordem do Mérito Cultural[6]

Livros publicados[editar | editar código-fonte]

  • 2000 - Fotografia, a Poética do Banal
  • 1983 - Fotografia: Universos & arrabaldes
  • 1981 - Brasília, Sonho do Império, Capital da República[7]

Referências

  1. Ir para cima Fotógrafo e professor Luis Humberto completa 80 anos. UAI, 27 de setembro de 2014
  2. Ir para cima Luís Humberto. Enciclopédia Itaú das Artes
  3. Ir para cima Perfil: Luís Humberto. Olhavê
  4. Ir para cima Luis Humberto conta sua história. UnB, 26 de setembro de 2012
  5. Ir para cima "Era um negócio glorioso", diz professor Luis Humberto, sobre começo da UnB. Correio Braziliense, 10 de dezembro de 2012
  6. Ir para cima Conheça os agraciados com a OMC em 2015. Ministério da Cultura, 6 de novembro de 2015
  7. Ir para cima O poder em pedaços. Carta Capital, 30 de novembro de 2010
  8. Resultado de imagem para luiz humberto fotografoFotografia, a poética do banalFormado em arquitetura pela Universidade do Brasil (atual Universidade Federal do Rio de Janeiro), foi co-fundador da Universidade de Brasília, onde lecionou até ser expulso pela ditadura em 1968, retornando apenas na década de 80. Começou a fotografar no nascimento de seu filho e exerce a profissão a partir de 1966. Trabalhou nas revistas Realidade, Veja (de 1968 a 1978) e Isto é (de 1978 a 1982). Foi diretor de arte e editor de fotografia do Jornal de Brasília. Recebeu o prêmio Nikon Photo Contest International, (1975) e desenvolveu trabalho de expressão pessoal e ensaios teóricos sobre fotografia.

    Luis Humberto é sem dúvida alguma, um dos maiores fotojornalistas brasileiros, tendo realizado uma lúcida documentação dos bastidores do poder em Brasília. Suas fotos fazem parte da coleção Pirelli/MASP de Fotografia e foi o homenageado do FestPoa 2009. A coleção Brasilienses também o homenageou com o livro “A Luz e a Fúria”, de Nahima Maciel.

    Entre as leituras clássicas da fotografia brasileira, estão os livros Poética do Banal e Universos e Arrabaldes, de sua autoria.

    Em trecho deste último, fala sobre a profissão de fotógrafo:

    “A responsabilidade é imensa, porque o resultado de seu trabalho não pode ser decorrente da observação fria e impessoal das coisas que o cercam e dos fatos que ocorrem à sua volta; e sim conseqüência de uma atitude consciente, apaixonadamente participante e sobretudo honesta, em face destes mesmos fatos e coisas traduzidas em imagens”.

    Matéria de Simonetta Persichetti na revista BrasileirosResultado de imagem para luiz humberto fotografoResultado de imagem para luiz humberto fotografoResultado de imagem para luiz humberto fotografoResultado de imagem para luiz humberto fotografoResultado de imagem para luiz humberto fotografo

Link:
0 Comentários | Escrever comentário

 

Motörhead "Heroes" (David Bowie Cover)

Motörhead to release Under Cöver in September 2017 Covers compilation to include new version of David Bowie’s “Heroes”, (above)
Bruce Springsteen, U2, Patti Smith - Because The Night RNR HOF 2009


Renato Teixeira - Tocando em Frente


 

 

 

GERALDO Magela parabens amigo Ivaldo pela sua luta e honestidade e carater valeu amigo
Contador de Visitas
Hoje: 104
Desde 15/05/2011: 5.433.932
Voc? e a favor que o Jardim Bot?nico de Bras?lia - JBB. cobre da popula??o pra tirar foto?
n
sim