SiteJornalOlhodeAguia
Cena Urbana
18/04/2016 22:05
Fotógrafo brasileiro Mauricio Lima é premiado com o Pulitzer 2016
Anúncio foi feito hoje, durante cerimônia na Universidade de Columbia, nos Estados Unidos. Premiação foi compartilhada com equipe da agência Thomson Reuters

 O fotógrafo brasileiro Mauricio Lima, do jornal The New York Times, ganhou nesta segunda-feira, juntamente com outros três colegas, o Prêmio Pulitzer 2016 na categoria de fotografia de notícias por sua cobertura sobre a crise dos refugiados, anunciaram os organizadores. Os Prêmios Pulitzer, dos mais prestigiosos do jornalismo e da literatura, são entregues desde 1917. O anúncio foi feito durante uma cerimônia na Universidade de Columbia, em Nova York.

Lima, de 40 anos, que trabalhou como fotógrafo da Agence France-Presse (AFP), foi premiado juntamente com seus colegas Sergey Ponomarev, Tyler Hicks e Daniel Etter, também do New York Times, pela cobertura da crise dos refugiados da Síria, do Iraque e do Afeganistão, que fogem dos conflitos e da violência em seus países rumo à Europa. O prêmio foi compartilhado com a equipe da agência Thomson Reuters, contemplado pelo trabalho sobre o mesmo tema.Junto à crise dos refugiados, a edição de 2016 dos Pulitzer premiou o trabalho de jornalistas e fotógrafos na cobertura dos conflitos no Afeganistão e na Síria e o surgimento do grupo extremista Estado Islâmico (EI), além de temáticas americanas de alcance internacional. Alissa Rubin, também do New York Times, obteve o prêmio de cobertura internacional por seus artigos sobre mulheres afegãs.

O jornal Los Angeles Times venceu na categoria notíciaspor sua cobertura do massacre de San Bernardino (Califórnia), onde Syed Farook e sua esposa, Tashfeen Malik, assassinaram 14 pessoas em 2 de dezembro passado, antes de serem mortos pela polícia. O prêmio ao livro de não ficção foi para Joby Warrick por 'Black Flags: The Rise of ISIS' ('Bandeiras negras: a ascensão do EI'), sobre a situação no Iraque e o crescimento do grupo extremista.

A agência de notícias americana Associated Press (AP) foi premiada pelo jornalismo de serviço público, ao investigar os abusos trabalhistas vinculados ao abastecimento de mariscos em seu país, o que levou à libertação de 2.000 escravos. Na categoria cobertura nacional nos Estados Unidos, o prêmio foi para a equipe do jornal The Washington Post por seu trabalho sobre a frequência e porque a polícia mata.

À margem das categorias de imprensa, o prêmio Pulitzer de ficção foi concedido ao vietnamita-americano Viet Thanh Nguyen pelo romance 'The Sympathizer'. O prêmio à melhor peça de teatro foi para o nova-iorquino filho de porto-riquenhos Lin-Manuel Miranda por "Hamilton", sobre um dos pais fundadores dos Estados Unidos.

Link:
0 Comentários | Escrever comentário

 

Rua Augusta - Emicida


Joe Satriani - Always with me, always with you


Jeff Beck - A Day in A Life


 

 

 

Thalyta Ribeiro de Oliveira Incrível seus projetos, tanto de fotografia, quanto com a galeria e as produções audiovisuais. Apenas continue!!
Contador de Visitas
Hoje: 236
Desde 15/05/2011: 5.712.418
você é a favor do impeachment de Bolsonaro? Vote.
n
sim